Review: Shinobi II – The Silent Fury (Game Gear)

Apresente ou conheça um novo game!

Moderadores: orakio_rob, Goro's Lair, Sabat, Alexandre_Metal

Review: Shinobi II – The Silent Fury (Game Gear)

Mensagempor Leira » 05 Dez 2009, 10:56

Shinobi II – The Silent Fury (Game Gear)


Imagem


Um review de um jogo talvez desconhecido por alguns. Tive sorte porque, quando ganhei o Game Gear, ao invés de vir o Super Mônaco GP, veio este jogo. Eu o considero um dos melhores games de ninja, comparável aos grandes clássicos como The Revenge of Shinobi, Shinobi III e Ninja Gaiden.

Shinobi II – The Silent Fury é como os outros do gênero, ou seja, mistura plataforma com aventura. Na história, você é Joe Mushachi, um mestre líder de um grupo de ninjas. O vilão, Ninja Negro, roubou os quatro Cristais Elementares responsáveis pelo controle dos elementos terra, ar, água e fogo. Para evitar ser impedido, ainda seqüestra quatro ninjas do seu grupo. Agora cabe a você resgatá-los, recuperar os cristais e por fim ao Ninja Negro e seus seguidores.

O jogo começa mostrando o mapa com as 5 fases que o jogo contém. Pode parecer pouco, mas elas possuem um tamanho razoável, mais de um cenário diferente e você é obrigado a explorá-las para encontrar os cristais, além de outros itens que estão escondidos nelas. Há liberdade para começar por qualquer uma, exceto a do meio. Terminando uma fase você enfrenta o chefão e, após a vitória, libera o respectivo ninja seqüestrado, a partir daí ele passa a integrar o seu grupo e a qualquer momento pode ser utilizado.

Cada um dos 5 ninjas usa uma arma diferente, especial (ninjutsu) único e outras habilidades individuais, como andar sobre a água, pulo duplo e andar pelo teto. Alguns locais só são acessíveis usando um determinado ninja, por isso, após libertá-los, certamente você terá que voltar a alguma fase para conhecê-la por completo e pegar todos os itens.

A jogabilidade é boa e simples. Apertando start você abre o menu com as opções de ninja e também é onde se aciona o especial, que, por sinal, lembram os de outros jogos. A verdade é que poucas vezes você irá utilizá-los para o combate, o que, de certa forma, é até bom, pois mantém o dinamismo do jogo. Os mapas iniciais não dão muito trabalho e os chefões podem ser difíceis no início, mas basta ter paciência para derrotá-los, pois são um pouco previsíveis. A maior dificuldade do jogo está em achar os itens nos mapas e em fechar a última fase, principalmente se você não pegar os itens que aumentam o seu nível máximo de energia.

Os gráficos estão em conformidade com a capacidade do Game Gear, assim como os sons, eles trazem até um clima meio sombrio ao jogo. O único ponto negativo que posso apontar é a falta de variedade de golpes, cada ninja possui só um tipo de ataque, a exceção é apenas o ninja verde quando usa o pulo duplo. Em compensação, as fases não exigem só luta por parte do jogador, mas também a utilização das habilidades individuais dos ninjas, como em um jogo de plataforma comum.

Concluindo, é um excelente jogo. Foge um pouco do tradicional ao dar opções de ninjas com características próprias para o jogador escolher, o que ajuda a não cair na monotonia. Considero obrigatório para qualquer fã do estilo.


Imagem
O ninja verde possui shurikins infinitos, então use e abuse do ataque com
pulo duplo. No entanto, esse shurikin causa menos dano do que as armas dos
outros ninjas



Imagem
Abrindo este item no final da fase, o ninja vermelho poderá
se teletransportar para aí, assim você não vai precisar passar
pela fase toda quando encontrar o item que estiver procurando



Imagem
Esse item aumenta o seu life máximo. Existe um em cada uma
das 4 fases e eu aconselho a procurá-los e reservar ninjutsus
antes de encarar o último mapa, pois ele é longo e difícil



Imagem Imagem
O ninja azul é ótimo para alcançar lugares distantes. Se não tiver onde prender o gancho, use o seu especial


Imagem
O shurikin grande é como um bumerangue, causa dano na ida
e na volta. Contra esse chefão é muito bom, dá para acertá-lo até
quando ele está de costas



Imagem
Destrua esses buracos para evitar que caiam bombas em cima de você


Nota Final: 9,0
Gráficos: 8,5
Som: 8,5
Jogabilidade: 8,5
Diversão: 9,0
Replay: 8,0

Pontos positivos:
+ Excelente mistura entre plataforma e aventura.
+ Bom nível de dificuldade.
+ A mudança de cenário foi uma ótima idéia, parece que tem uma fase dentro da outra.

Pontos negativos:
- Falta de variedade de golpes.

OBS: O jogo trabalha com sistema de password. Ao perder uma vida, ele aparece para você anotar, mas cuidado, ele não salva quantas vidas e ninjutsus você tem. Apenas os itens e ninjas.

Mais informações em: http://retroenew.blogspot.com/
BLOG: http://retroenew.blogspot.com/

Jogando atualmente:
- Team Fortress 2
- Lineage II
- Breath of Fire
- Mega Man: Power Battle (zerado xD)
- Altered Beast (zerado xD)
- Taz Mania (zerado xD)
Avatar do usuário
Leira
 
Mensagens: 14
Registrado em: 23 Fev 2008, 17:23
Localização: Rio de Janeiro

Re: Review: Shinobi II – The Silent Fury (Game Gear)

Mensagempor Myiagi » 07 Dez 2009, 12:01

Mais um game desse super ninja, se parece muito com a versão do Mega, gostei da matéria Leira, vou dar uma jogada futuramente no meu emu.

Abraço !
Avatar do usuário
Myiagi
 
Mensagens: 137
Registrado em: 17 Jul 2009, 18:35
Localização: Brasil


Voltar para Análises

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


cron