Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Apresente ou conheça um novo game!

Moderadores: orakio_rob, Goro's Lair, Sabat, Alexandre_Metal

Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor Grandpa » 28 Ago 2011, 22:50

Introdução:


A mitologia grega serve com frequência de inspiração para os videogames. De jogos baseados em heróis mitológicos a cabeças de medusa voando no castelo de Drácula é fácil encontrar personagens e criaturas mitológicas povoando os videogames.

É comum também vermos criaturas mitológicas completamente deslocadas de sua época e ambientes naturais. Além das já citadas cabeças de medusa num castelo, há várias hidras e ciclopes em jogos passados na idade média. Os cavalos alados, como o Pégaso, são meios de transporte até em galáxias distantes. A verdade é que essas criaturas rendem ótimos chefes de fase, por exemplo, e os desenvolvedores de jogos usam e abusam delas mesmo fora do contexto da Grécia antiga.

Se eu fosse listar aqui toda aparição de uma górgona num jogo de ação ou de um centauro num RPG, este tópico não chegaria ao fim. Por isso me dediquei aos games que realmente contam as histórias da mitologia grega ou cuja influência no enredo é muito forte, na maioria dos casos já aparecendo no título do jogo.

No tópico anterior vimos os pinballs e adventures antigos baseados na mitologia grega; jogos muito pouco conhecidos da maioria das pessoas. Link para o tópico anterior: http://forum.retrobits.com.br/viewtopic.php?f=25&t=6936

Já neste tópico vamos viajar até os anos 80 e ver games de diversos gêneros, alguns deles bem conhecidos.

Para facilitar o entendimento de quem não está familiarizado com a mitologia grega, eu começo o tópico com um breve glossário dos deuses, criaturas e heróis que são citados no decorrer do texto.



Glossário:



* Afrodite - deusa do amor e da beleza.
* Apolo - filho de Zeus e irmão gêmeo de Artemis. Deus da beleza, da perfeição, da harmonia, do equilíbrio e da razão.
* Ares - deus da guerra.
* Artemis - deusa da caça, que mais tarde também foi associada a Lua e a magia.
* Atena - deusa da sabedoria, da guerra e da justiça; entre outras coisas.
* Centauro - seres metade homem, metade cavalo.
* Cérbero - cão de 3 cabeças que guarda o mundo inferior.
* Ciclope - gigante com um olho só no meio da testa.
* Circe - feiticeira conhecida por transformar seus inimigos em animais e por seus remédios milagrosos. Aparece na Odisséia e na saga de Jasão e os Argonautas.
* Dédalo - Dédalo foi um notável arquiteto e inventor, cuja obra mais famosa é o labirinto que construiu para o Rei Minos, de Creta, aprisionar o Minotauro. Dédalo é pai de Ícaro.
* Fúrias - as fúrias eram personificações da vingança que puniam os mortais. Na mitologia grega são chamadas de Erínias, mas são mais conhecidas pelo nome romano.
* Hades - deus do mundo inferior e dos mortos.
* Harpias - criaturas mitológicas representadas por aves de rapina com cara e seios de mulher.
* Hefesto - deus do fogo e dos metais. Vulcano é seu equivalente na mitologia romana.
* Hera - deusa das mulheres. Esposa de Zeus. Rainha dos deuses.
* Hercules - semideus, filho de Zeus, famoso pelos 12 trabalhos que fez quando servia ao rei Euristeu. Hércules em grego é chamado de Herakles ou Heracles.
* Hidra - criatura mitológica com corpo de dragão e nove cabeças de serpente que se regeneram.
* Ícaro - filho do artesão Dédalo que tentou fugir de Creta voando, usando as asas de cera que seu pai fez.
* Jasão e os Argonautas - Jasão é um herói da mitologia grega famoso por liderar os argonautas - tripulação do navio Argo - na busca pelo velocino de ouro.
* Medusa - Medusa é uma górgona, criatura com cobras na cabeça e que transforma as pessoas em pedra com seu olhar. Era uma bela jovem até ser seduzida por Poseidon no templo de Atena. A deusa enfurecida transformou Medusa em uma górgona.
* Minotauro - Criatura com a cabeça de um touro e corpo de homem que vivia no labirinto do Rei Minos na ilha de Creta.
* Oráculo - Resposta dada por um deus a uma dúvida pessoal, referente geralmente ao futuro. O termo oráculo também designa tanto a divindade consultada como o intermediário humano que transmite a resposta, e ainda o lugar sagrado onde a resposta é dada. O Oráculo de Delfos, por exemplo, é um templo na extinta cidade de Delfos onde eram feitas essas consultas aos deuses.
* Orfeu - poeta grego famoso por descer ao mundo inferior para tentar salvar sua esposa Eurídice. Orfeu também foi um argonauta.
* Pégaso - cavalo alado presente no mito de Perseu e Medusa.
* Poseidon - deus dos mares. Netuno é seu equivalente na mitologia romana.
* Proteus - filho de Poseidon. Também é um deus do mar e possui a habilidade de mudar de forma.
* Sereia - ser mitológico parte mulher e parte peixe.
* Talos - gigante de bronze que habitava a ilha de Creta e jogava pedras nas embarcações que tentavam atracar na ilha.
* Teseu - semideus filho de Poseidon ou, em outra versão, um herói filho de Egeu, Rei de Atenas. Teseu ficou famoso por derrotar o minotauro.
* Titãs - divindades que governavam o mundo antes da era dos deuses. Ex: Gaia, Tétis, Atlas, Prometeus e Cronos.
* Ulisses - herói da Odisséia escrita por Homero. A Odisséia é um poema épico que narra a aventura de Ulisses para retornar para casa após a Guerra de Tróia. Ulisses também é conhecido como Odysseus.
* Zeus - deus do trovão. Rei dos deuses.




- Theseus and the Minotaur (1982)

Imagem


Jogo de labirinto lançado para o Apple II em 1982 pela fabricante TSR. Os labirintos são tridimensionais, no estilo de Phantasy Star do Master System. Impressionante para a época.

No jogo você é Teseu e procura a princesa Ariadne no labirinto do Minotauro.

ImagemImagem
Labirinto em 3D muito antes de Phantasy Star existir.

Segundo a mitologia grega, Ariadne é filha do rei Minos de Creta e apaixonou-se por Teseu. Ela nunca ficou presa no labirinto, muito pelo contrário, ela ficava do lado de fora do labirinto segurando a ponta de uma linha que Teseu levava, para que ele pudesse encontrar o caminho de volta.

Mais sobre a história de Teseu e Ariadne aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ariadne

Imagem
Remake para os dias atuais.

OBS: Theseus and the Minotaur foi refeito recentemente para o sistema Mac OS X.


- No Escape! (1983)

Imagem


Quem teve um Atari talvez se lembre deste aqui. Eu chamava ele de "jogo das fúrias".

Jasão roubou o velocino de ouro dos deuses e é preso no templo de Afrodite cercado pelas Fúrias. Você controla Jasão e seu objetivo é jogar pedras no teto do templo quebrando tijolos mágicos que destroem as fúrias quando caem sobre elas. Tome cuidado para o tijolo não cair sobre a sua cabeça e nem pense em acertar as fúrias diretamente com uma pedrada, pois elas se multiplicam.

Para tornar o jogo ainda mais difícil, as fúrias também atiram em você. Como a maioria dos jogos de Atari, após eliminar todas as fúrias você passa para o nível seguinte onde terá que enfrentar mais fúrias no mesmo cenário. O jogo só termina quando você perde todas as suas vidas. Aí o Pégaso surge e te dá uma carona.

ImagemImagem

A história do jogo não é nem um pouco coerente com o mito, mas se tratando do velho Atari 2600 já é marcante o simples fato de existir uma história.

No Escape é um game da Imagic, lançado exclusivamente para o Atari 2600, que também é conhecido como Escape from Argos ou Fuga de Argos.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=gp-KHcFYltw


- Fathom (1983)

Imagem


Os Titãs prenderam a sereia Neptina, filha de Netuno. Eles destruíram o tridente mágico de Netuno e espalharam os pedaços.

Proteus, membro da corte de Netuno, deseja libertar a sereia. Ele procura os pedaços do tridente no ar e no mar. Proteus tem o poder de se transformar em gaivota e golfinho e tem que passar por vários obstáculos para recolher os pedaços do tridente mágico e com ele libertar Neptina que está presa no fundo do oceano.

Na mitologia grega Proteus é filho de Poseidon, que equivale a Netuno na mitologia romana. Proteus realmente tem essa habilidade de mudar de forma. Já a filha de Netuno, ou Poseidon, se chama Despina e é uma ninfa, não é uma sereia de nome Neptina como no jogo.

ImagemImagem
Você é uma gaivota no ar e um golfinho no mar.

Proteus, apesar de ser filho de Poseidon, é retratado na mitologia como o "velho homem do mar". É como Pedro II e Pedro I. Pedro II é o filho, mas nas fotos aparece sempre mais velho do que o pai.

Fathom foi criado para o Atari 2600 pela mesma Imagic de No Escape, mas também possui versões para outras plataformas como MSX e Colecovision. Os dois jogos dividem inclusive a mesma página de um encarte da época com os games da empresa.

Assim como eu conhecia o No Escape como o jogo das fúrias, Fathom era o jogo da sereia.

ImagemImagem
Evite obstáculos e salve a sereia.

Após salvar a sereia o jogo recomeça mais difícil, com mais uma tela no ar ou no mar adicionada. Segundo o manual este jogo tem fim ! Ele termina após você salvar a sereia 7 vezes.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=lae-SZxilLA


- The Return of Heracles (1983)

ImagemImagem
Abertura do jogo no Atari 800.


Zeus lhe dá 12 tarefas a serem cumpridas em diversas partes da Grécia antiga; algumas delas equivalem aos trabalhos de Hércules. Você pode obter pistas sobre as missões com o Oráculo de Delfos.

O jogo é multiplayer e permite que vários jogadores possam jogar no mesmo computador. Você pode usar diferentes heróis gregos ao mesmo tempo (são 19 ao todo) ! Você visitará lugares como o Monte Olimpo e Tróia e combaterá criaturas como a medusa, o minotauro e a hidra.

Return of Heracles é um RPG desenvolvido pela Quality Software e distribuído pela Electronic Arts. Teve versões para Apple II, Atari 800 e Commodore 64.

ImagemImagem
Versão para Commodore 64.

A documentação do jogo é excelente e provê um glossário de 12 páginas e um bestiário com cerca de 250 criaturas que você poderá encontrar durante o jogo. O verso da caixa diz bem o que se podia esperar para a época: "an exploration of Greek Mythology translated into modern electronics".

Return of Heracles exigiria um tópico exclusivo se eu fosse analisar tudo que acontece no jogo. O game cita muitos eventos mitológicos e apesar de várias incoerências em relação a mitologia grega é um grande game. Na página do jogo na Wikipedia há várias informações sobre as tarefas, heróis e diferenças entre o game e a mitologia. É uma ótima leitura para quem quiser conhecer mais sobre o jogo:

Link para a Wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/The_Return_of_Heracles

Imagem
Versão para Apple II.

Se você quiser se aprofundar ainda mais no mitológico mundo de Return of Heracles, existe um site específico sobre o jogo, onde obtiveram o código do programa através de engenharia reversa e dissecaram vários aspectos do game:

Link para site especializado http://bringerp.free.fr/RE/Roh/news.php5

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=XeKlafANnlk

OBS: Tem emulador de Atari 800 que permite jogar Return of Heracles no modo multiplayer através da internet !


- Hercules (1984)

ImagemImagem
Hercules no Commodore 64.


Hercules é um jogo de plataforma baseado na lenda dos 12 trabalhos de Hércules. Foi lançado em 1984 pela Interdisc para o Commodore 64 e relançado em 1986 pelo selo Alpha Omega/Power House para o ZX Spectrum, Acorn BBC e o próprio Commodore.

Hercules é bem difícil. Você não pode ficar muito tempo parado em certas plataformas, pois elas pegam fogo; já outras são invisíveis ! Para complicar ainda mais, os trabalhos são apresentados em ordem aleatória a cada jogada, com exceção do último.

ImagemImagem
Hercules no ZX Spectrum.

A versão para Commodore 64 é considerada superior a do ZX Spectrum.

Hercules no Commodore 64: http://www.youtube.com/watch?v=7715fpLelHI


- Titans (1984)

Imagem


Titans é um shooter horizontal da softhouse Romik lançado na Europa em 1984 para o Commodore 64. Na Itália o jogo se chamou Dei Greci, que quer dizer "Gregos".

Em Titans você voa no Pégaso armado com uma lança e deve enfrentar diversos monstros mitológicos, como górgonas, ciclopes e harpias espalhados por 9 fases. Seu objetivo é chegar ao templo para ter uma audiência com o oráculo.

ImagemImagem

Há outros jogos antigos onde você comanda o Pégaso, como o japonês Pegasus para o MSX, The Challenge of Pegasus, Pegasus Odyssey e Odysseus: Trojan Warrior, estes três últimos para o próprio Commodore 64. Trojan Warrior comete a heresia de colocar Ulisses cavalgando o Pégaso !?


- Gift from the Gods (1984)

Imagem


Você é Orestes e deve vingar a morte de seu pai, o rei Agamenon, para recuperar o trono. Orestes é desafiado: ele deverá descobrir a saída do labirinto de catacumbas sob o palácio de Micenas.

Para sair do labirinto Orestes terá que encontrar 6 objetos, que quando posicionados corretamente na Câmara do Guardião revelarão a saída. Ele terá ajuda de sua irmã Electra, que foi presa no labirinto após a morte de Agamenon. Ela conhece a localização de todos os 64 ítens do labirinto, só que cabe a você descobrir quais deles deverão ser levados a Câmara do Guardião. Dos 64 objetos, apenas 6 são reais; o resto é ilusão.

O "presente dos deuses" do título do jogo na verdade é mais de um. Orestes recebe de Zeus uma espada capaz de derrotar ilusões e de Apolo as 7 lágrimas de Ícaro, que supostamente foram derramadas pelo herói quando voava em direção ao sol. Estas lágrimas servem para marcar o caminho nas catacumbas. Orestes ainda possui uma bota com asas que o permite voar.

ImagemImagemImagem

Semideuses criaram as ilusões nas catacumbas, tanto objetos quanto criaturas ilusórias, como a hidra. Além disso, sua mãe Clitemnestra faz de tudo para impedir Orestes de cumprir o desafio e ainda quer matar Electra. Você não chega a ver Clitemnestra, apenas as pegadas dela perseguindo Electra. Para recuperar energia você pode beber a água que cai do teto da Câmara do Guardião.

Videogame da Ocean para o ZX Spectrum com um manual bem descritivo, que cita quem foram realmente os personagens desta história. Não encontrei na mitologia referência as botas aladas de Orestes ou as lágrimas de Ícaro, mas a história do jogo está bem fundamentada, apesar de não haver menção do labirinto.

OBSERVAÇÃO MITOLÓGICA: Agamenon foi um poderoso rei grego da época da Guerra de Tróia, que casou a força com Clitemnestra após matar o primeiro marido dela. Ele teve 3 filhos: Ifigênia, Electra e Orestes. Agamenon sacrificou sua filha Ifigênia para a deusa Artemis e Clitemnestra, revoltada com o sacrifício, assassinou Agamenon e rejeitou Orestes e Electra. Orestes foi levado por Electra para a corte de seu tio, o rei Estrófio, pois ela suspeitava que o amante de sua mãe queria matá-lo. Electra continuou no palácio como escrava de Clitemnestra e pediu aos deuses que lhe enviassem um meio de vingar a morte do pai. Já adulto, obedecendo ordens do deus Apolo, Orestes retorna a Micenas para recuperar o trono e mata a mãe e seu amante Egisto, concretizando a vingança pedida por Electra.


- Theseus (1984)

ImagemImagem


Theseus é um jogo de plataforma para o MSX onde você tem um tempo determinado para salvar uma princesa de um labirinto. Há vários obstáculos no caminho e chaves que você deve pegar para abrir passagens que lhe permitirão chegar até a princesa. Após salvá-la passamos a um novo labirinto, cada vez maior, mais perigoso e com o tempo mais apertado para salvar a princesa.

O nome completo do jogo é estranhíssimo: "Iligks Episode One: Theseus". Ele foi lançado pela ASCII Entertainment apenas no Japão, mas chegou ao Brasil por vias alternativas com o nome só de Theseus e era razoavelmente comum. Eu tinha esse jogo gravado numa fita Basf empoeirada.

Nunca vi a caixa original ou manual de Theseus para ver qual a sua história e se realmente tem algo a ver com a mitologia grega, mas o título se refere ao herói grego, o jogo se passa num labirinto, apesar de não ter nenhum minotauro, e há uns caracteres gregos na tela de abertura.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=FZGP-nw7NqI


- Aegean Voyage (1984)

ImagemImagem
Versões para Commodore 64 e ZX Spectrum.


Aegean Voyage é um jogo educativo criado para ensinar crianças sobre mitologia grega. Faz parte da série "Learning Tree" e tem versões para o Commodore 64, ZX Spectrum e computadores de 8 bits da Atari.

Você parte de Atenas num navio vermelho para uma viagem pelo mar Egeu e deve evitar tempestades, rochas e trovões. Você receberá avisos sobre ilhas para explorar e criaturas mitológicas. Tente achar tesouros enterrados nas ilhas, como a máscara de Agamenon.


- Knightmare (1986)

Imagem


Clássico shooter da Konami para o MSX com influência da mitologia grega, apesar do personagem principal usar um capacete viking.

O guerreiro Popolon tem que salvar a princesa Afrodite presa no Castelo dos Pesadelos. Numa noite a deusa Hera aparece em seus sonhos e conta a Popolon a localização exata do castelo, que fica no Monte Athos na Grécia. Nosso herói terá que enfrentar várias criaturas mitológicas para resgatar Afrodite.

ImagemImagem
A medusa eu conheço e esse vampirão aí, quem é ?.

O clone da Casio, conhecido no ocidente como Knight Leon, tem o nome original Yami no Ryu Ou Hades no Monshou, cuja tradução seria algo como: Rei Dragão da Escuridão Selo de Hades, ou seja, o nome japonês do jogo faz referência ao deus dos mortos Hades.

A versão para PC de 1989 da Rainbird também é conhecida como Myth Knightmare e na caixa do jogo diz: "Você é Poseidon e tem que pegar o capacete negro de Hades". Detalhe que o nome original do herói deste game é Popolon, mas nesta versão virou Poseidon.

A influência grega em Knightmare está mais na história que consta na caixa do jogo do que propriamente no game, mas a indefectível medusa comparece como a chefona da primeira fase.

Imagem
O clone da Casio.

OBS: A continuação de Knightmare, Maze of Galious, não tem nada a ver com a mitologia grega, fora alguns deuses que vendem ítens em lojinhas !?

Vídeo: http://www.youtube.com/v/-d3v-9fopC4


- Legendary Wings (1986)

Imagem


Legendary Wings é um shooter da CAPCOM com fases verticais e horizontais com influência da mitologia grega.

Ares, o deus da guerra, envia um casal de soldados alados ao futuro para salvar o mundo da extinção. A mulher de biquini e o homem usam as asas do amor e da coragem. As asas mecânicas foram inspiradas no mito de Ícaro, que usou asas de cera. O título do jogo em japonês é Ares no Tsubasa, que traduzindo quer dizer "Asas de Ares".

ImagemImagemImagem
Legendary Wings nos fliperamas.

Os cenários misturam templos e ruínas antigas com alienígenas e armas mecânicas. Infelizmente a CAPCOM preferiu dar mais atenção ao aspecto futurista do game do que a mitologia.

Legendary Wings foi lançado originariamente para os arcades em 1986 e convertido em 1988 para o NES. Em algumas versões do arcade e no NES substituíram a mulher de biquini por um outro homem.

ImagemImagemImagem
Versão para o Nintendinho.

A versão arcade de Legendary Wings também está disponível nas coletâneas Capcom's Classics Collection para Xbox e PS2 e Capcom's Classics Collection Remixed para o PSP.

Neste link podemos conhecer mais o jogo e as diferenças entre as versões: http://www.blamethecontrolpad.com/legendarywings/legendarywings.htm

Vídeo de Legendary Wings no NES: http://www.youtube.com/watch?v=i8gCR1YAGPk
Vídeo de Legendary Wings arcade: http://www.youtube.com/watch?v=EndTuwNsc6g


- Minotaur Maze (1986)

Imagem


Os jogos de "Labirinto do Minotauro" são quase um subgênero dentro dos videogames baseados na mitologia grega. Os mais rudimentares são tão simples de fazer que surgiram mais de um. Imagina um Pac-Man com o come-come sendo substituído pelo Teseu e os fantasminhas por um (ou mais) minotauros e temos um jogo baseado na mitologia.

O jogo deste tipo mais antigo que encontrei foi um game feito em Basic. De acordo com as poucas informações existentes, este jogo consistia de um labirinto onde o herói era representado pela letra O e o minotauro por um caracter especial. Este jogo data de 1979 para o computador TRS-80 e se chamava Minotaur's Maze.

Já nos anos 80, para ZX-81 (nosso TK 85), teve o Minotaur[B], bem parecido com o jogo do TRS-80. Parece que havia versões do jogo até para [B]mainframes da época.

Para ilustrar esse subgênero escolhi o Minotaur Maze do Commodore 64. É um joguinho de labirinto estilo pac-man, onde você tem que pegar as pedras preciosas espalhadas no labirinto enquanto é perseguido por 2 minotauros. Após coletar todas as pedras você passa para um novo labirinto e o jogo vai ficando mais difícil.

ImagemImagem

Ainda tem o Hercule da Infogrames para o MSX. Hercules é um borrão vermelho num enorme labirinto azul. Você tem que "comer" as bolinhas como o Pac-Man e deve evitar que um monstro preto te pegue por trás.


- Kid Icarus (1987)

ImagemImagemImagem


O protagonista de Kid Icarus da Nintendo é um anjinho chamado Pit. No Reino dos Anjos, Palutena é a deusa da luz e Medusa a deusa da escuridão. Medusa é má e Palutena a transforma numa górgona banindo-a para o mundo inferior. Medusa reúne um exército de monstros e retorna ao Reino dos Anjos roubando 3 tesouros sagrados e prendendo Palutena em seu próprio castelo. O objetivo de Kid Icarus é derotar Medusa e libertar Palutena, salvando o Reino dos Anjos da escuridão. No caminho ele deve recuperar 3 tesouros roubados por Medusa.

Kid Icarus foi lançado em disquete para o Famicom e em cartucho para o NES. Foi relançado no Japão para Game Boy Advance como parte da série Famicom Mini e também está disponível no Virtual Console do Wii. No Famicom você podia salvar o jogo no disquete, já no NES a Nintendo usou o velho artifício das longas senhas para você continuar da fase onde estava.

ImagemImagemImagem

O B-Mark fez um ótimo especial sobre Kid Icarus: http://forum.retrobits.com.br/viewtopic.php?f=25&t=1064

Vídeo de Kid Icarus: http://www.youtube.com/watch?v=ruMWWZ8axeY

OBS: Palutena foi inspirada na deusa Atena. Não só o nome é semelhante, como a própria história, já que na mitologia também foi Atena que transformou Medusa em uma górgona.


- Heracles no Eikou: Toujin Makyou Den (1987)

ImagemImagemImagem


Este é o primeiro capítulo da saga mitológica A Glória de Hércules. Neste jogo você é Hércules e tem que salvar Vênus, que foi raptada por Hades. Você começa sua aventura em Atenas e passa por vários locais da Grécia antiga, inclusive o mitológico mundo inferior. Os eventos do jogo são baseados nos 12 trabalhos de Hércules e os chefes de fase foram criados de acordo com cada trabalho.

Numa tradução meia-boca do japonês, este episódio poderia se chamar A Glória de Hércules: os 12 trabalhos. O game faz uma boa adaptação da história, apesar de as vezes misturar a mitologia grega com a romana, o que acontece com frequência nos videogames (vide Altered Beast). Vênus na mitologia grega é a deusa do amor Afrodite.

Heracles no Eikou: Toujin Makyouden é um RPG da Data East lançado apenas no Japão para o Famicom (NES) e é frequentemente comparado ao primeiro Dragon Quest.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=VyyrJxlG2Mc


- Athena (1987)

Imagem
Poster original de Athena.


Athena, a deusa da sabedoria, cansada de sua vida no Olimpo parte para o Mundo da Fantasia onde se passa por uma simples princesa. Ela terá que enfrentar diversas criaturas, mas encontrará poderosas armas no caminho. Athena pode colocar as asas do Pégaso para voar e um colar de conchas para se transformar numa sereia e explorar o oceano.

Athena é um jogo da SNK que debutou nos fliperamas japoneses em 1986, mas foi só no ano seguinte, com seu lançamento para o NES e para vários computadores, que Athena ficou conhecida no ocidente.

ImagemImagemImagem
Versões para arcade, NES e ZX Spectrum, respectivamente.

Athena é um jogo de plataforma com elementos de RPG. Os cenários, armas, ítens e inimigos são inspirados na cultura greco-romana.

É curioso notar as diferentes formas como Athena é retratada no material de divulgação do game. No cartaz da versão arcade Athena se exibe de biquini como uma princesinha sexy, na caixa do NES ela surge como uma poderosa deusa e nas versões para computador ela aparece como uma brava guerreira.

ImagemImagem
Anúncio de Athena para o Commodore 64 e a caixa do jogo para o NES.

OBS: A personagem Athena da série King of Fighters e de outros jogos da SNK não é a mesma Athena desse jogo. É Athena Asamiya, uma descendente da Athena original.

Vídeo de Athena (arcade): http://www.youtube.com/watch?v=Ip29Y32UoQI
Vídeo de Athena (NES): http://www.youtube.com/watch?v=GKdkVysnkk0


- Hercules Slayer of the Damned (1988)

Imagem
Capa do jogo para o ZX Spectrum.


Beat'em up onde você controla Hércules na sua jornada para realizar os 12 trabalhos.

O verso da caixa do jogo descreve o mito de Hércules com precisão, mas o game é bem pouco fiel ao mito. Você passa o tempo todo enfrentando esqueletos armados e eventualmente passam uns ícones pela tela que representam os trabalhos de Hércules. Colete 12 desses ícones e você terá o direito de enfrentar o Minotauro na batalha final do jogo. Além dos esqueletos você tem que lidar com uma aranha que aparece de vez em quando para roubar os trabalhos, ou seja, os ícones, que você coletou.

ImagemImagem
Imagens da versão para Commodore 64.

Hercules: Slayer of the Damned é um jogo da softhouse britânica Gremlin Interactive com versões para Amstrad CPC, Commodore 64, MSX e ZX Spectrum.

Versão para o Commodore 64: http://www.youtube.com/watch?v=RJemBCgclx4
Versão para o ZX Spectrum: http://www.youtube.com/watch?v=2ib_Eg6XBtY



- Altered Beast (1988)

ImagemImagem


"Rise from your grave !"


Com a frase acima Zeus ordenava um centurião - soldado romano - a se levantar de seu túmulo para resgatar sua filha Athena, raptada por Neff, deus do mundo inferior.

Altered Beast é uma mistura de fantasia com elementos da mitologia grega. As criaturas em que o centurião se transforma não são encontradas na mitologia grega, mas o enredo, Neff (Hades), Zeus, Athena, alguns inimigos inspirados em centauros e no Cérbero e cenários, como a Acrópole da primeira fase e a caverna do mundo inferior na terceira, são visivelmente baseados na mitologia grega.

ImagemImagem

Altered Beast foi lançado pela SEGA originalmente para os fliperamas, mas foi no Mega Drive que o jogo se popularizou. Era o jogo que acompanhava tanto o primeiro Mega Drive da Tec Toy como o Sega Genesis americano. Depois saiu para inúmeros consoles e microcomputadores.

Vídeo de Altered Beast no Mega Drive: http://www.youtube.com/watch?v=1qZ00wBConY


- Heracles no Eikou 2: Titan no Metsubou (1989)

ImagemImagem


Neste segundo episódio da saga de Hércules, o herói principal não é Héracles e sim um jovem da cidade de Nana que vive com sua avó. O mundo está dominado pelos Titãs, governado por Cronos. Você deve libertar o povo da tirania dos Titãs. Hércules aqui já é famoso e você só poderá contar com a ajuda dele perto do fim do jogo, quando Hercules acompanhará o seu grupo.

Apesar do jogo não acompanhar nenhuma história específica da mitologia grega, ele está recheado de personagens mitológicos.
Sua primeira tarefa é ir a Atenas e encontrar o poeta Homero que lhe dirá como derrotar os Titãs. Durante sua jornada você encontrará vários personagens (deuses, heróis, criaturas) da mitologia grega, como Dédalo, Talos, o Cérbero e Hefesto e pode recrutar criaturas para lutar a seu lado, como centauros. Curiosamente você também encontrará gregos famosos, como Hipócrates, o pai da medicina.

A Glória de Hércules 2: a queda dos Titãs deveria ser uma continuação direta do primeiro episódio, mas há tantos furos na história que na década de 90 a Data East resolveu lançar para o Game Boy um "Glória de Hércules 1.5" para ligar os 2 episódios.

ImagemImagem
Versão traduzida.

Heracles no Eikou II: Titan no Metsubou é um RPG da Data East lançado apenas no Japão para o Famicom (NES), mas felizmente uma boa alma traduziu o jogo e colocou na internet. Assim como o primeiro Heracles é comparado a Dragon Quest I, este aqui costuma ser comparado ao Dragon Quest II.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=xTxjrVtsS3E


- Ulises (1989)

Imagem


Após um naufrágio Ulisses vai parar na ilha da feiticeira Circe, que raptou 12 virgens locais para usá-las num sacrifício. Os habitantes pedem para Ulisses resgatá-las e em troca o ajudarão a retornar a seu lar em Ítaca. A tarefa não vai ser fácil, pois Circe conta com um exército de criaturas, como centauros e minotauros, para proteger seu domínio.

Ulises é um dificílimo jogo de ação espanhol da Opera Soft lançado para MSX, Amstrad CPC, Zx Spectrum e PC.

ImagemImagemImagem
Imagens da versão para MSX.

Na Odisséia, Ulisses realmente vai parar na ilha de Circe, onde ela o enfeitiça e transforma o resto de sua tripulação em porcos.

Vídeo da versão para Amstrad CPC: http://www.youtube.com/watch?v=-l6_tEf7Rd8


- MYTH: History in the Making (1989)

Imagem

" Welcome to Myth ! "


Apesar de MYTH não ser todo baseado na mitologia grega, ele é um prato cheio para quem gosta de mitologia em geral. É a história de um cara que viaja por várias eras mitológicas para salvar o mundo, sendo a grega uma delas. As outras são a nórdica e a egípcia.

MYTH foi lançado pela System 3 para os computadores de 8 bits em 1989 e na década de 90 chegou ao Amiga em uma versão em CD ! Também teve uma adaptação porca para o NES, onde foi lançado com o título CONAN !

ImagemImagem
Myth no Amiga e no Amstrad CPC. A diferença é gritante.

A era grega é dividida em duas fases: o mundo inferior, território de Hades, e o mundo superior. Você enfrentará gárgulas, um gigantesco dragão, fúrias, a Medusa, a Hidra e hordas de esqueletos armados. É curioso notar que na mitologia grega não há menção a esses esqueletos com escudos e espadas, mas a aparição deles no filme Jasão e o Velo de Ouro (Jason and the Argonauts) de 1963 ficou gravada no imaginário coletivo. É comum vê-los associados a mitologia grega e não é raro encontrar heróis como Ulisses e Hércules, além de Jasão, lutando contra um exército de esqueletos em filmes e games.

MYTH é um jogo de plataforma com alguns quebra-cabeças. As melhores versões são as do Commodore 64 e do Amiga.

ImagemImagem
Imagens da versão para Commodore 64.

MYTH é um jogo muito querido e achei até uma versão ilustrada da história disponível na internet. Esta versão saiu originalmente na revista Amstrad Action: http://mundocpc.files.wordpress.com/2009/03/comic_limpio_completo.jpg

OBS: Não confundir MYTH: History in the Making com o text adventure Myth da Magnetic Scrolls, que também foi lançado em 1989.

Vídeo com o demo do jogo para o Amiga: http://www.youtube.com/watch?v=tM8-mnFiYew


- The Battle of Olympus (1989)

Imagem


Na Batalha do Olimpo você é Orfeu (Orpheus em inglês) e tem que descer ao mundo inferior para resgatar sua namorada Helena do onipresente Hades.

No game há um mapa da Grécia antiga com vários locais para explorar. Em cada um deles Orfeu tem que enfrentar hordas de inimigos até chegar a um deus ou deusa que possui um artefato ou informação valiosa. Há vários ítens pelo caminho para ajudar Orfeu na sua difícil jornada, entre eles 3 "pedaços de amor" que Orfeu tem que achar para finalmente entrar no Tártaro e lutar com Hades para salvar sua amada Helena.

Battle of Olympus faz um ótimo trabalho trazendo a mitologia grega para o NES. As fases do jogo são baseadas em locais que realmente existiram (alguns ainda existem) na Grécia e na mitologia, como o reino de Phrygya e as cidades de Arcadia e Argolis. Orfeu enfrenta várias criaturas mitológicas, como ciclopes, um centauro, o Minotauro, a Hidra e o Cérbero. O herói também tem contato com diversos deuses da mitologia. Desde deuses "arroz de festa" como Zeus e Poseidon, até outros menos conhecidos, como Artemis e Hefesto.

ImagemImagemImagem

Battle of Olympus foi lançado em 1988 no Japão para o Nintendinho, chegou no ano seguinte aos Estados Unidos e apenas em 1991 a Europa. Em 1993 ainda saiu uma versão para o Game Boy.

Battle of Olympus é frequentemente comparado a Zelda II, pela sua mistura de RPG com ação.

Vídeo da versão para o NES: http://www.youtube.com/watch?v=hrJCMLlIhCo

ImagemImagemImagem
Battle of Olympus no Game Boy.

OBSERVAÇÕES MITOLÓGICAS:

. Na mitologia Orfeu era casado com Eurídice e não há nenhuma menção a Helena, a não ser aquela de Tróia.
. Tártaro é o inferno grego e faz parte do mundo inferior, governado por Hades.
. No jogo tem uma hora em que você tem que enfrentar uma estranha sereia, que é metade mulher e metade pássaro. Na mitologia, apesar da sereia ser normalmente retratada como uma mulher-peixe, há escritores antigos que a retratavam como uma mulher-pássaro.



- Gods (1989)

ImagemImagem
Repare no monstrão tarado na tela de abertura.


Gods é um jogo de estratégia de guerra em turnos para o ZX Spectrum que foi distribuído numa revista.

Até 6 pessoas podem jogar, cada uma com um deus. O objetivo é conquistar o maior número de pontos de glória, que são obtidos influenciando heróis a cumprirem missões e derrotarem criaturas mitológicas.

Os 6 deuses são Apolo, Atena, Poseidon, Afrodite, Dionísio (deus do vinho) e Demetra (deusa da colheita). As missões são todas baseadas na mitologia grega, assim como as criaturas, heróis, vilões e semideuses. Além de monstros comuns como o Cérbero e o Minotauro, há mitos pouco divulgadas como Python (o dragão da terra de Delfos) e o monstro marinho Scylla.

Gods também é conhecido como Olympus. Não confundir com o jogo de ação GODS (Mega Drive / SNES / Amiga) da década de 90 e nem com o Olympus para Amiga e Atari ST de 1990.




Principais Referências:

Atari Age: http://www.atariage.com/index.html
CPC Game Reviews: http://www.cpcgamereviews.com/
Gamefaqs: http://www.gamefaqs.com/
Generation MSX: http://www.generation-msx.nl
IGN: http://www.ign.com/
Lemon: http://www.lemon64.com/
Mobygames: http://www.mobygames.com/
MSX Solutions: http://msxsolutions.msxblue.com/
NES Guide: http://nesguide.com/
Universal Videogame List: http://www.uvlist.net/
Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/
World of Spectrum: http://www.worldofspectrum.org/
Editado pela última vez por Grandpa em 02 Nov 2011, 14:08, em um Total de 2 vezes.
Avatar do usuário
Grandpa
 
Mensagens: 787
Registrado em: 03 Nov 2007, 21:11
Localização: Dagobah

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor RSavi » 29 Ago 2011, 11:30

Nota 10 ein!!!

Ansiosamente esperando a parte III.

Fora Kid Icarus, nenhum destes jogos me despertou interesse. Apesar do jogo Athena parecer bem legal.
"Se todos ao seu redor estão desesperados exceto você, provavelmente você ainda não compreendeu a gravidade do problema!"

Imagem
Avatar do usuário
RSavi
Site Admin
 
Mensagens: 333
Registrado em: 25 Jul 2007, 13:27
Localização: Blumenau/SC

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor Steam Baron » 29 Ago 2011, 17:08

Muito bacana! Agora descobri de onde veio a Michele Heart do MvsC! :D
Avatar do usuário
Steam Baron
 
Mensagens: 35
Registrado em: 12 Ago 2011, 23:38

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor Grandpa » 29 Ago 2011, 17:47

RSavi escreveu:Nota 10 ein!!!

Ansiosamente esperando a parte III.

Fora Kid Icarus, nenhum destes jogos me despertou interesse. Apesar do jogo Athena parecer bem legal.


Obrigado, RSavi.

O jogo da Athena é legalzinho. Eu baixei ele pra jogar no MAME.

Steam Baron escreveu:Muito bacana! Agora descobri de onde veio a Michele Heart do MvsC! :D


Pois é, ela veio desse Legendary Wings. Só que ela só aparece na versão arcade. Na versão para o NES trocaram ela por um outro cara.
Avatar do usuário
Grandpa
 
Mensagens: 787
Registrado em: 03 Nov 2007, 21:11
Localização: Dagobah

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor Kamus » 30 Ago 2011, 12:21

Excelente tópico, apreciei muito e também aguardo a parte III.

Olhando as análises e as figuras vamos viajando e até lembrando de um ou outro game que jogávamos e entendendo melhor as origens, coisa que na época nem queríamos saber.
Divulguem o nosso portal retrobits.com.br
Avatar do usuário
Kamus
Site Admin
 
Mensagens: 179
Registrado em: 25 Jul 2007, 12:40
Localização: São Paulo-SP

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor B - Mark » 15 Set 2011, 15:24

Eu já tinha visto esse tópico no Retrospace e abaixo vai a minha opinião que postei lá:

Legal Grandpa essa 2a parte.

Altered Beast foi legal vc ter falado sobre ele e colocar um link para seu especial dedicado ao jogo.

Kid Icarus me lembrei do especial que fiz. Depois te passo o link.

Battle of Olimpus li sobre ele em uma Videogame. Conhecia o jogo do NES mas não sabia que ele teve versão para Game Boy.

Senti falta dos jogos dos Cavaleiros do Zodíaco ( Saint Seiya ) para NES e Game Boy uma vez que o anime tem fortes influências da Mitologia Grega.

Grandpa escreveu:- Kid Icarus (1987)

ImagemImagemImagem


O protagonista de Kid Icarus da Nintendo é um anjinho chamado Pit. No Reino dos Anjos, Palutena é a deusa da luz e Medusa a deusa da escuridão. Medusa é má e Palutena a transforma numa górgona banindo-a para o mundo inferior. Medusa reúne um exército de monstros e retorna ao Reino dos Anjos roubando 3 tesouros sagrados e prendendo Palutena em seu próprio castelo. O objetivo de Kid Icarus é derotar Medusa e libertar Palutena, salvando o Reino dos Anjos da escuridão. No caminho ele deve recuperar 3 tesouros roubados por Medusa.

Kid Icarus foi lançado em disquete para o Famicom e em cartucho para o NES. Foi relançado no Japão para Game Boy Advance como parte da série Famicom Mini e também está disponível no Virtual Console do Wii. No Famicom você podia salvar o jogo no disquete, já no NES a Nintendo usou o velho artifício das longas senhas para você continuar da fase onde estava.

ImagemImagemImagem

Vídeo de Kid Icarus: http://www.youtube.com/watch?v=ruMWWZ8axeY

OBS: Palutena foi inspirada na deusa Atena. Não só o nome é semelhante, como a própria história, já que na mitologia também foi Atena que transformou Medusa em uma górgona.


Grandpa, aqui vai o link para meu Especial do Kid Icarus que postei aqui no Retrobits. Ele é igual ao que foi postado no Retrospace.

Especial Kid Icarus
viewtopic.php?f=25&t=1064
Imagem

:sms: :md: :psp: :ps2: :nes: - Phantom System
Avatar do usuário
B - Mark
 
Mensagens: 245
Registrado em: 03 Ago 2007, 02:20

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor Grandpa » 16 Set 2011, 11:09

B - Mark escreveu:Grandpa, aqui vai o link para meu Especial do Kid Icarus que postei aqui no Retrobits. Ele é igual ao que foi postado no Retrospace.

Especial Kid Icarus
viewtopic.php?f=25&t=1064[/b]


Valeu, B-Mark !

Já acrescentei o link para o seu tópico no post principal. Eu tinha tirado para não fazer referência ao outro forum, não me lembrava que você tinha o mesmo especial postado aqui.
Avatar do usuário
Grandpa
 
Mensagens: 787
Registrado em: 03 Nov 2007, 21:11
Localização: Dagobah

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor B - Mark » 16 Set 2011, 18:11

Grandpa escreveu:Valeu, B-Mark !

Já acrescentei o link para o seu tópico no post principal. Eu tinha tirado para não fazer referência ao outro forum, não me lembrava que você tinha o mesmo especial postado aqui.


Obrigado por acrescentar o link para meu especial do Kid Icarus.

Desde que me cadastrei aqui no Retrobits eu já tinha o costume de postar tópico no Retrospace, aqui e em outros fórums.
Imagem

:sms: :md: :psp: :ps2: :nes: - Phantom System
Avatar do usuário
B - Mark
 
Mensagens: 245
Registrado em: 03 Ago 2007, 02:20

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor dr_venom » 02 Nov 2011, 01:43

Excelente matéria!

Só um complemento, Fathom não era exclusivo do Atari 2600, ele também tinha no MSX,Texas Instruments TI 99/4A Intellivision e Colecovision.

Versão MSX/Coleco/TI99/4A (que são idênticas em gráfico e som):

Imagem
Imagem

Aliás, na minha opinião, Fathom foi a principal inspiração da Sega pro Ecco the Dolphin.
Dr. Venom
:telejogo: :a2600: :nes: :md: :snes: :saturn1: :psx: :n64: :gba: :dc1: :ps2: :gc1: :psp: :pce: :sms: III :ds: Imagem:Mega LD :amiga: 1200 :c64: 128 :mac:Power : :dos Apple IIc :MSX2+ :Atari 800XL
Avatar do usuário
dr_venom
 
Mensagens: 171
Registrado em: 31 Ago 2007, 02:07

Re: Os retrogames e a mitologia grega - parte II

Mensagempor Grandpa » 02 Nov 2011, 14:12

Obrigado, Dr. Venom !

Já acrescentei no texto a informação de que o Fathom saiu para outras plataformas além do Atari. :)
Avatar do usuário
Grandpa
 
Mensagens: 787
Registrado em: 03 Nov 2007, 21:11
Localização: Dagobah


Voltar para Análises

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


cron